O Celer é um carro de origem chinesa produzido pela Chery Motors, que tem ganhado popularidade em diversos países como uma opção de veículo econômico. No entanto, antes de comprar um carro, um dos principais fatores considerados pelos consumidores é a segurança do veículo, principalmente em relação a acidentes de trânsito.

Para avaliar a segurança do Celer, foi realizado o teste de colisão pelo instituto independente de segurança automóvel Latin NCAP. Este teste é considerado um dos principais indicadores de desempenho de segurança de um veículo em caso de colisão frontal e lateral.

No teste de colisão frontal, o Celer recebeu uma classificação de 3 estrelas, o que indica proteção moderada para os ocupantes do carro. Na colisão lateral, o Celer recebeu uma classificação de 2 estrelas, o que indica que a proteção oferecida aos ocupantes é insatisfatória, especialmente em caso de impacto com outro veículo.

Os resultados do teste de colisão mostraram que o Celer não atende aos mais altos padrões de segurança, mas ainda oferece algum nível de proteção em caso de acidentes. Como muitos outros carros de baixo custo, o Celer prioriza o preço em relação a recursos de segurança avançados.

No entanto, existem opções de segurança disponíveis no Celer, como ABS, EBD e uma estrutura de carroceria reforçada, que ajudam a proteger os ocupantes em caso de colisões.

Vale ressaltar que, embora o teste de colisão seja um fator importante a ser considerado na escolha de um carro, um veículo seguro também requer manutenção adequada, condução responsável e cumprimento das leis de trânsito por parte do motorista e dos demais envolvidos na direção.

Em resumo, o teste de colisão do Celer mostrou que o carro oferece proteção moderada em caso de colisões frontais e insatisfatória em colisões laterais. Mesmo assim, o Celer pode ser uma opção viável para quem busca um carro econômico, desde que sejam tomadas medidas de segurança adequadas e que o motorista dirija de forma responsável e consciente no trânsito.